sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Como salvar suas conversas do WhatsApp no Google Drive

WhatsAppApesar de não fazer tanto alarde sobre isso, a equipe de desenvolvimento do WhatsApp adicionou uma nova função ao aplicativo. Com ela, é possível definir um período de tempo dentro do qual as suas conversas serão salvas diretamente em sua conta do Google Drive.
A novidade está presente na versão 2.12.333 do WhatsApp para Android — uma função semelhante já existe há algum tempo na versão do aplicativo para iOS. A novidade está chegando aos poucos aos usuários, mas é possível obtê-la agora mesmo instalando o arquivo APK disponibilizado no site oficial do WhatsApp.
Então, se você quer salvar suas conversas no Drive em vez de usar o backup local do próprio WhatsApp (e, com isso, poder recuperar seus chats em qualquer dispositivo), aprenda a fazer isso agora. É tudo bem simples e não leva mais do que alguns instantes.

Passo 01

Primeiro, vamos conferir se o recurso já não está disponível no WhatsApp instalado em seu aparelho. Na tela inicial do app, pressione o menu dos três pontos localizados no canto superior direito e vá em Configurações > Conversas e chamadas > Backup de conversas.
Se essa opção estiver ativada e você já contar com a nova versão do aplicativo instalado em seu dispositivo, você verá uma tela com informações sobre o Google Drive. Então, basta fazer login em sua conta do Google e ativar a função “Fazer backup”. Mas se não for este o caso, siga para o passo adiante.

Passo 02

Para acessar a nova função, precisamos instalar o WhatsApp manualmente em seu gadget. Do seu dispositivo, acesse o site whatsapp.com/android e faça download do arquivo de instalação do app.
Se o seu aparelho não está habilitado para receber aplicativos de fontes externas, será preciso habilitá-lo agora (a alteração pode ser feita a partir de uma caixa de diálogo que aparece na tela neste momento). Não se preocupe, nenhuma instalação jamais será feita sem a sua autorização.

Passo 03

Após instalar o WhatsApp manualmente, abra o aplicativo. Ao fazer isso pela primeira vez, você vê na tela uma opção que informa alguns detalhes sobre a possibilidade de salvar suas conversas no Google Drive. Faça login com sua conta do Google clicando no botão ao lado da informação "Conta do Google" e defina a frequência com que as conversas devem ser salvas automaticamente.
Backup do WhatsApp no Google Drive

Passo 04

Para fazer backup manual, acesse novamente as configurações do WhatsApp e vá em Conversas e chamadas > Backup de conversas. Nesta tela, você deve clicar em “Fazer backup” e aguardar até que tudo seja salvo nas nuvens.
Backup do WhatsApp no Google Drive
Simples, não é mesmo? Deste jeito, fica mais fácil recuperar todos os diálogos sempre que você trocar de aparelho, por exemplo.

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Como assistir à Netflix no Linux de forma nativa

Netflix A Netflix é o principal serviço de streaming do mundo hoje, com aplicativos para as mais variadas plataformas e sistemas. Contudo, a ferramenta ainda não conta com um app nativo para Linux, o que sempre obrigou os adeptos do sistema livre a recorrerem a algumas gambiarras.
A principal era instalar alguns pacotes e, por meio do WINE, enganar o aplicativo oficial da Netflix de que aquele ambiente se tratava do Windows. Isso funcionava bem, mas, convenhamos, não era algo simples e intuitivo, fatores que sempre prejudicam a popularidade de um método.
Entretanto, a partir de agora é possível acessar todo o conteúdo da Netflix no Linux de forma nativa, sem gambiarra. Isso mesmo, apesar de não ser um aplicativo independente, basta acessar o netflix.com usando o navegador Google Chrome para que tudo funcione perfeitamente.

Use o Google Chrome

Tudo o que você precisa fazer é acessar o google.com/chrome para baixar e instalar o navegador em seu computador. Depois disso, acesse netflix.com e faça login para aproveitar tudo o que a Netflix oferece.
Vale lembrar que este recurso funciona apenas no Google Chrome — no Chromium, a versão pura e open source que serve de base para o navegador, não é possível assistir à Netflix. Além disso, também não é possível fazer o mesmo no Firefox, Midori ou qualquer outro navegador.

Como isso funciona?

Até há algum tempo, a Netflix usava a tecnologia Silverlight em seu player de vídeo. Desenvolvida pela Microsoft, ela não contava com versão oficial para Linux — e as versões alternativas como o Moonlight não eram suportadas pela Netflix. Contudo, a companhia mudou e, agora, utiliza um player em HTML5, formato suportado também no sistema livre.
Além disso, as empresas que disponibilizam filmes e séries por meio do serviço de streaming exigem recursos como DRM (gerenciamento de direitos digitais) e EME (extensões criptografadas de mídia) para impedir a realização de cópias de seus produtos.
Recentemente, a Canonical, responsável pelo Ubuntu, trabalhou em conjunto com a Netflix para que o HTML5 DRM funcionasse também no Linux. Atualmente, o Chrome conta com este tipo de recurso, então é possível assistir aos conteúdos oferecidos pela Netflix sem nenhuma gambiarra.
O recurso funciona nas versões 14.04 ou superior (além da versão 12.04) de toda a família Ubuntu (Lubuntu, Kubuntu, Linux Mint etc). Há ainda o suporte para outras distribuições de Linux, a cobertura inclui basicamente todas as distros disponíveis hoje. Então, se você usa outro Linux, experimente.

E no Firefox?

Como dito anteriormente, por enquanto não é possível usar a Netflix em outros navegadores no Linux. Isso porque o Chrome é o único com suporte para todos os dispositivos de segurança exigidos pelo aplicativo. Entretanto, o Firefox para Windows já apresenta suporte para EME, o que deve acontecer em breve também na versão para Linux. Assim, é possível que tal suporte apareça em algumas das próximas versões do Firefox que vêm por aí.

Transformando a Netflix em aplicativo no Linux

Uma função bem interessante do Chrome permite transformar basicamente qualquer página da internet em um aplicativo com ícone na área de trabalho. Isso funciona também no Linux e pode auxiliar você a utilizar melhor a Netflix dentro do Ubuntu ou de qualquer outra distribuição.
Passo 01
Abra o Chrome e acesse o netflix.com.
Passo 02
Agora, clique sobre o menu de opções do Chrome, vá em “Mais ferramentas” e então clique em “Adicionar à área de trabalho”.
Netflix no Ubuntu
Depois, marque a opção “Abrir como janela” e clique em “OK”.
Netflix no Ubuntu
Passo 03
Feito isso, um ícone da Netflix já aparece em sua área de trabalho. Basta um duplo clique sobre ele para abrir o serviço de streaming de vídeo.
Netflix no Ubuntu
Agora, o mais recomendável é salvar este atalho em alguma outra pasta que não a área de trabalho e então fixá-lo no lançador do Unity. Assim, você mantém o desktop limpo e organizado e, ao mesmo tempo, deixa a Netflix sempre a um clique de distância.

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Como baixar vídeos do Periscope

Scopedown O Periscope é uma ferramenta originalmente desenvolvida por Kayvon Beykpour e Joe Bernstein e adquirida pelo Twitter em março deste ano. Depois disso, foi relançada como um produto da rede social e conquistou milhares de usuários ao redor do planeta.
Com ela, qualquer pessoa pode fazer transmissões ao vivo na internet usando uma webcam ou mesmo a câmera de seu smartphone ou tablet. Qualquer usuário pode acompanhar transmissões realizadas a partir de diversas partes do planeta, de pessoas comuns, de celebridades ou mesmo de empresas — o Canaltech, por exemplo, está lá.
Se você é usuários do Periscope e deseja aprender a fazer download dos vídeos que vê por lá (ou que você mesmo transmitiu), nós contamos como fazer isso agora. Neste tutorial, nós ensinamos você a usar a ferramenta Scopedown para baixar os conteúdos. Atualmente, ela está disponível para Android, web e Google Chrome.

No Android

Passo 01
Primeiramente, vá à Google Play Store e faça o download e a instalação do Scopedown.
Passo 02
Agora, você precisa abrir o Periscope e encontrar a transmissão que deseja salvar. Vale lembrar que o Scopedown ainda não baixa transmissões ao vivo, mas apenas daquelas arquivadas (ou seja, se o autor da exibição não escolheu deixá-la disponível para retransmissões, não há como fazer o download).
Então, encontre a transmissão e clique em “Compartilhar” e então selecione a opção “Copiar URL”.
Scopedown
Com isso, o endereço exato da exibição será salvo na área de transferência do Android.
Passo 03
Agora, abra o Scopedown e cole a URL no espaço reservado a ela. Se desejar, você pode alterar o destino do arquivo baixado em seu gadget clicando em “Selecionar pasta”. Quando tudo estiver pronto, clique em “Baixar vídeo” para iniciar o download.
Scopedown
Vale lembrar que o arquivo é baixado no formato TS, então é necessário ter um programa para reprodução de vídeo com suporte para este tipo de arquivo.

No computador

Passo 01
No PC, abra o navegador e acesse downloadperiscopevideos.com.
Passo 02
Na página, cole a URL da transmissão do Periscope que você deseja baixar e clique em “Download Video”.
Scopedown
O vídeo aqui também é baixado no formato TS, então é necessário ter algum programa de reprodução de vídeo que suporte este formato ou ainda um pacote de codecs que torne o Windows apto a reproduzir tal conteúdo.

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Como usar o WhatsApp no iPad

WhatsApp A chegada do WhatsApp Web ao iOS trouxe mais novidades aos usuários de iPhone do que a simples possibilidade de usar o serviço de bate-papo em seu computador. Embora essa seja a principal vantagem do recurso, ele também abriu as portas para que o popular mensageiro seja usado também no iPad. Isso mesmo: você também pode interagir com os seus grupos a partir de um tablet.
Mas antes que você corra para a AppStore para baixar o aplicativo, saiba que tudo é apenas uma bela gambiarra. O app não está disponível para o iPad, mas isso não quer dizer que você não possa utilizá-lo para conversar. Na verdade, trata-se apenas de um pequeno truque baseado no WhatsApp Web e que, por incrível que pareça, funciona muito bem.
Assim, se você sempre sentiu falta de um suporte maior ao tablet — algo que aplicativos concorrentes, como o Telegram, já oferecem —, chega de se choramingar e aprenda a usar seu WhatsApp também na grande tela.

Passo 1

Antes de qualquer coisa, abra o Safari. Por mais que você não goste do navegador nativo da Apple, ele é a grande peça por trás dessa gambiarra. Assim, acesse o endereço web.whatsapp.com.
WhatsApp Web Ipad

Passo 2

A página vai reconhecer que você está em um tablet e vai exibir apenas algumas informações básicas sobre o serviço. Então, clique no primeiro ícone ao lado da barra de endereço e selecione a opção "Versão para Computador", como mostra a imagem abaixo.
WhatsApp Web Ipad

Passo 3

Ao fazer isso, você engana o sistema ao fazê-lo acreditar que está acessando aquela página a partir de um computador. Isso vai fazer com que apareça na tela o QR Code que deve ser usado em conjunto com o aplicativo em seu smartphone. O processo é simples, e basta que você aponte a câmera de seu celular para a tela do iPad, assim como acontece no computador.

Passo 4

Com seu celular em mãos, abra o WhatsApp, acesse a opção "Ajustes" e em seguida "WhatsApp Web". Isso vai permitir que você faça a leitura do código presente no tablet. O Safari vai ser integrado à lista de sessões do aplicativo. Enquanto isso, no iPad, o WhatsApp Web vai dizer que a melhor maneira de usar o recurso é a partir de outros navegadores, como o Google Chrome, Mozilla Firefox e Opera. Clique em "Ok, Entendi".
WhatsApp Web Ipad

Passo 5

No iPad, clique mais uma vez sobre o ícone ao lado da barra de endereços do Safari e procure pela opção "Tela de Início". Defina o nome que desejar e confirme. Isso vai criar um atalho na tela inicial de seu tablet que vai levá-lo para a tela do WhatsApp Web sempre que você precisar. Assim, com um único toque, você poderá conversar com seus amigos também a partir do seu iPad.
WhatsApp Web Ipad

Leia também.

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Como desativar a notificação de novos aplicativos no Windows 10

Toda vez que se instala um aplicativo novo e abre um arquivo o qual ele possui suporte, o Windows 10 irá mostrar uma notificação. Aprenda o passo-a-passo para desativá-la no tutorial abaixo.

Como desativar a notificação de novos aplicativos para arquivos

Usuários do Windows 10 Pro podem usar o editor de políticas de grupo local, enquanto usuários Home precisarão usar o Editor de registro do Windows. Em ambos os casos você deverá estar conectado com uma conta de administrador
Editor de políticas de grupo local
Para acessar o editor de políticas de grupo local, digite gpedit.msc no Executar (Windows+R)
desativar notificação de novos aplicativos
Ele também pode ser acessado ao pesquisar Editar política de Grupo na busca do Windows (Windows+S).
notif-3
Dentro dele, vá em Configurações do computador -> Modelos Administrativos -> Explorador de arquivos. Clique em duas vezes em Não mostrar a notificação de “novo aplicativo instalado”.
Como desativar a notificação de novos aplicativos
Na nova janela, altere para Habilitado, clique em Aplicar e OK. Reinicie o computador para que as mudanças sejam efetuadas.
Como desativar a notificação de novos aplicativos
Registro do Windows
Acesse o registro do Windows ao digitar regedit.exe no Executar (Windows+R)
Como desativar a notificação de novos aplicativos
Caso prefira, digite Regedit na busca do Windows (Windows+S).
Como desativar a notificação de novos aplicativos
Navegue até HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Policies\Microsoft\Windows\Explorer. Se não possuir a chave Explorer, clique com o botão direito sobre a chave Windows e escolha Novo -> Chave.
Como desativar a notificação de novos aplicativos
Clique com o botão direito do mouse na lateral direita e escolha Novo Valor DWORD (32-bit). Nomeie-o NoNewAppAlert.
Como desativar a notificação de novos aplicativos
Acesse as Propriedades, visível ao clicar com o botão direito sobre o valor DWORD e altere os dados do valor de 0 para 1, assim desabilitando a notificação. Também é necessário a reinicialização do computador para que as mudanças sejam efetivadas.
Como desativar a notificação de novos aplicativos 

Leia também.
como baixar musica do YouTube.
como usar ferramentas para melhorar seu Windows.
como utilizar o photoshop gratuitamente.
como resolver travamentos e reinicialização do PC.
como saber o modelo da sua placa mãe.
como deixar o PC mais rápido.

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Como jogar os clássicos 16-bit no seu computador usando o DOSBox

Wolfenstein 3D
Muita gente vive de nostalgia e não consegue trocar os clássicos do videogame por nenhum jogo moderno. O problema é que cada vez mais esses jogadores se veem minados por causa da popularização de sistemas 64-bit, que não rodam os jogos mais antigos feitos para funcionar no DOS.
Caso você faça parte desse seleto grupo de gamers, saiba que seus problemas têm uma solução: o DOSBox. A aplicação funciona como um emulador do antigo DOS, sendo capaz de rodar jogos feitos para esse ambiente. Se você quer experimentar o gostinho dos tempos de antigamente, a melhor alternativa é instalar a dobradinha DOSBox + Windows 3.1, que funciona muito bem dentro da aplicação.
Portanto, se você gosta de um jogo antigo e quer curti-lo do jeito certo no seu Windows, Mac OS X ou Linux, nós ensinamos no passo a passo abaixo a instalar o DOSBox, Windows 3.1 e seus títulos empoeirados favoritos independentemente de sistema operacional.

Instalando o Windows 3.1 

Antes de começar tudo, precisamos preparar o terreno para a instalação do Windows 3.1. Para tanto, vamos criar uma pasta que armazenará todo o conteúdo da unidade "C:" utilizada pelo DOSBox. Aqui, nós criamos a pasta "dos" na raiz do disco rígido.
Feito isso, crie um novo diretório dentro da pasta "dos" chamado "INSTALL". Na sequência, copie todos os arquivos de instalação da sua cópia do Windows 3.1 para essa pasta. É importante lembrar que o sistema operacional ainda não está sob domínio público e permanece protegido pelas leis de propriedade intelectual. Portanto, a forma como você irá consegui-lo fica por sua conta e risco.
Como jogar no DOSBox
Atenção especial na hora de criar a estrutura de pastas para a instalação do Windows 3.1
Após fazer a cópia dos arquivos para dentro da pasta "INSTALL", é hora de instalar e executar o DOSBox. Ele pode ser baixado diretamente do site do desenvolvedor e é totalmente gratuito.
Com o DOSBox aberto, digite o seguinte comando e pressione "Enter" no seu teclado para montar o diretório que você criou como unidade C:
mount c C:\dos 
Lembre-se que o caminho da pasta dependerá de onde você a criou. Por isso, se o local for diferente, altere o caminho no comando mostrado acima.
Agora, alterne para a unidade C: digitando os dois caracteres a seguir:
C: 
Alterne para o diretório que contém os arquivos de instalação do Windows 3.1:
cd install 
Finalmente, execute o instalador do Windows 3.1 com o seguinte comando:
setup.exe 
Como jogar no DOSBox
Essa sequência de comandos servirá para montar a unidade C: do seu Windows 3.1 e dar início à instalação
Agora você será guiado pelo passo a passo da instalação do Windows 3.1. Basta seguir o que é explicado na tela e, ao fim, clicar em "Reboot" para reiniciar o sistema.
Como jogar no DOSBox
A instalação do Windows 3.1 não leva nem dois minutos. Ao final, reinicie a máquina clicando no botão e fechando o DOSBox
Após a reinicialização, você terá que digitar os seguintes comandos em ordem para iniciar o Windows 3.1:
mount c c:\dos 
c: 
cd windows 
win 
Como jogar no DOSBox
Essa é a cara do Windows 3.1: simples, mas funciona superbem
Pronto! Se você usou o Windows 3.1 no passado certamente se sentirá familiarizado com tudo o que aparece aqui. Caso contrário, seja bem-vindo: era assim que trabalhávamos no começo dos anos 1990.

Instalando drivers de vídeo 

Por padrão, o DOSBox oferece suporte a gráficos VGA, mas ele também é capaz de emular placas gráficas e oferecer melhores resoluções. Um dos drivers mais utilizados é o S3 e ele está disponível gratuitamente. Para usá-lo, basta baixar o arquivo compactado e descomprimi-lo numa pasta dentro da pasta C: que você criou. Por exemplo, você pode despejar todos os arquivos na pasta "C:/dos/s3".
Feito isso, volte para o Windows 3.1 e dê dois cliques na pasta de programas e depois clique no ícone do "Config do Windows". Agora, clique em "Opções" e selecione "Alterar Configurações do Sistema".
Como jogar no DOSBox
Para instalar os drivers de vídeo você terá que alterar as configurações padrão do Windows
Na janela aberta, clique na caixa "Vídeo", role a lista até o final e selecione a opção "Outro(a) display (Requer discos de OEM)".
Como jogar no DOSBox
Para instalar um driver de terceiros, role a lista até o final e selecione a última opção disponível
Agora, digite o caminho para a pasta onde os arquivos do S3 foram colocados. Se eles foram descompactados na pasta "C:/dos/s3" você terá que digitar "C:/S3".
Como jogar no DOSBox
Aponte para o diretório onde os arquivos do driver foram descompactados para instalá-lo
Feito isso, selecione a resolução que você deseja. A recomendação é utilizar a opção de 800 x 600 com 256 cores já que esta é a resolução máximo que muitos jogos de antigamente suportam.
Como jogar no DOSBox
Aqui não adianta exagerar na resolução escolhida, pois nem o Windows nem os jogos aguentam isso tudo
Saia confirmando todas as alterações clicando em "OK". O Windows fará a instalação dos drivers e pedirá para ser reiniciado. Depois disso, execute o sistema novamente e perceba que ele aparece com uma resolução melhor.
Como jogar no DOSBox
Após a reinicialização, o Windows 3.1 aparece com uma interface mais limpa e atrativa
Se por algum motivo o Windows não funcionar corretamente após a instalação dos drivers de vídeo, basta digitar "setup.exe" após alternar para a pasta do sistema e então você poderá escolher uma outra configuração de vídeo.

Instalando drivers de som 

Agora que você tem belos gráficos sendo exibidos aí, deve ter notado que o Windows 3.1 ainda não está emitindo nenhum som. Isso ocorre porque os drivers padrão do sistema não funcionam com a placa de som SoundBlaster emulada nativamente pelo DOSBox.
Assim como fizemos com os drivers S3, há drivers específicos que funcionam muito bem no Windows 3.1 rodando no DOSBox e eles podem ser baixados gratuitamente.
Após o término do download, descompacte o arquivo ZIP numa pasta como "C:/dos/sb". Agora, saia do Windows 3.1 clicando em "Arquivo" e "Sair do Windows" caso ele esteja aberto. Na sequência, digite e confirme os seguintes comandos em ordem para iniciar o assistente de instalação do driver Sound Blaster 16.
cd c:/sb 
install.exe 
No assistente, selecione a opção "Full Installation" para realizar a instalação completa dos drivers e pressione "Enter". Por padrão, você verá que o caminho do Windows 3.1 está definido como "None".
Corrija isso selecionando a opção com as setas do seu teclado e pressionando "Enter". Agora, forneça o caminho padrão do sistema, que é "C:/Windows", e confirme a operação novamente com o Enter. Aperte Enter mais uma vez para dar prosseguimento ao processo de instalação.
Como jogar no DOSBox
Não se esqueça de indicar o diretório de instalação do Windows na hora de instalar o driver de áudio
Na próxima tela, selecione a opção "Interrupt setting: 5" e altere seu valor para 7. Feito isso, prossiga com a instalação e reinicie o sistema fechando o DOSBox e abrindo-o novamente.
Como jogar no DOSBox
Altere o valor desse parâmetro para 7 para que o driver funcione corretamente no DOSBox
Por fim, execute o Windows 3.1 e perceba que agora já é possível "ouvir" o sistema operacional assim que ele é inicializado.

Instalando e executando jogos e outras aplicações 

Diferente do que muitos imaginam, rodar um jogo ou aplicativo no Windows 3.1 é bem rápido e fácil. Antes de tudo, primeiro é necessário procurar pelo que você quer jogar. Na internet há vários repositórios de jogos antigos que são considerados "abandonwares", ou seja, suas produtoras já não têm nenhum interesse comercial e, portanto, dificilmente lançarão processos por quebra de direitos autorais. De toda forma, vale o aviso de que o download desses aplicativos é por sua conta e risco.
Agora que você já sabe disso, basta fazer o download do seu game preferido e descompactar o arquivo numa pasta dentro do diretório "C:/dos". Por exemplo, basta criar pastas no formato "C:/dos/NomeDoJogo" para cada título. Feito isso, retorne para o Windows 3.1 e crie atalhos para os .EXE dos jogos em "Arquivo" > "Novo". Aqui, basta apontar para o caminho do arquivo executável para ver o atalho ser criado. Agora, basta dar um duplo clique sobre ele e pronto.
Pronto, você já pode curtir os seus jogos antigos preferidos sem nenhum problema ou complicação, afinal de contas você está rodando eles no ambiente para o qual foram desenvolvidos.
Como jogar no DOSBox
Embora o processo pareça demorado, a recompensa no final é sem tamanho

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Como resolver erro ApiClient.dll no Office 365

Ao atualizar o Office 365, você pode ter uma desagradável surpresa: todos os aplicativos não podem ser inicializados por causa que o arquivo Apiclient.dll está ausente. Veja como resolver o problema no tutorial.

Como resolver erro ApiClient.dll no Office 365

O erro ocorre com o executável officec2rclient.exe. Ao clicar em um aplicativo, como o Word ou Excel, o Windows retorna o seguinte erro: “The Program can’t start because ApiClient.dll is missing from your Computer. Try Reinstalling the program to fix this problem”.
Resolver erro ApiClient.dll no Office 365
Apesar de ele mesmo recomendar uma reinstalação, muitas vezes não é necessário pois o apiclient.dll pode estar na pasta, apenas com o nome diferente.
Caso tenha o Office 365 64-bit instalado, navegue até a seguinte pasta C:\Program Files\ Microsoft Office 15\ClientX64
Usuários da versão 32-bit devem acessar a seguinte pasta: C:\Program Files (x86)\Microsoft Office 15\ClientX86.
Verifique se o arquivo apiclient.dll está de fato presente. Atenção: é possível que ele esteja oculto, lembre-se de ativar a visualização de arquivos ocultos. Esta pode ser ativada direto do Explorador de arquivos.
Clique em Arquivo -> Alterar Opções de pasta e pesquisa.

Resolver erro ApiClient.dll no Office 365
Na guia Modo de Exibição, marque a opção Mostrar arquivos, pastas e unidades ocultas. Clique em Aplicar e em OK.
Resolver erro ApiClient.dll no Office 365
Volte na pasta e procure o arquivo apiclient.dll. É possível que ele esteja como apiclient.dll.bak.
Resolver erro ApiClient.dll no Office 365
Neste caso, clique com o botão direito do mouse sobre ele, escolha Renomear e remova o final “.bak”.
Resolver erro ApiClient.dll no Office 365
Tente executar algum dos aplicativos do office novamente. Caso ainda assim não funcione, você terá de reinstalar o programa.
Vale lembrar que erros adicionais podem parecer durante a desinstalação. Nesses casos a solução é usar o Microsoft Fix it para o Office 2013/2016/365. Faça o download dele no site de suporte da Microsoft.

 Leia também.
Como resolver erros do Skype.
Como remover o vírus sality.
Como recuperar o gerenciador de tarefas.
Como desativar as propagandas do Utorrent.
Como fazer cursos Online gratuitos.
Como converter vídeos para RMVB.

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Como impedir alterações na área de trabalho no Windows 10

Se você divide o computador com mais de uma pessoa, mas não quer que sejam feitas alterações na área de trabalho, prevenir isso pode ser feito pelas políticas de grupo. Veja como no tutorial abaixo. A configuração funciona tanto para o Windows 7 como para Windows 8.1 e Windows 10.

Como impedir alterações na área de trabalho no Windows 10

O editor de políticas de grupo, disponível apenas a partir da versão Professional do Windows, permite que o usuário ajuste de diversas variáveis do sistema operacional, como alterações na tela de login, bloqueio de personalização e muito mais.
Há duas maneiras de acessá-lo: Pelo painel de controle ou o executar
No Painel de controle, vá em Sistema e segurança, clique em Ferramentas Administrativas e pesquise Editar política de grupo.
impedir alterações na área de trabalho
Alternativamente, vá no Executar (Windows+R) e digite gpedit.msc
impedir alterações na área de trabalho
Dentro dele, clique na janela da esquerda e vá em Modelos Administrativos -> Painel de controle -> Personalização. Na pasta estará listada as configurações de bloqueio.
impedir alterações na área de trabalho
Por exemplo, para não permitir a alteração do tema do Windows, clique duas vezes em Impedir a alteração de tema.
impedir alterações na área de trabalho
Na nova janela, clique em Habilitado, Aplicar e OK.
impedir alterações na área de trabalho
Outras configurações incluem a impedir de alterar o papel de parede ou personalização de protetores de tela. Todos eles funcionam da mesma forma: Clique duas vezes, escolha Habilitado, Aplicar e OK. Algumas dessas configurações requerem a reinicialização do computado para terem efeito.
Os usuários receberão o alerta “Uma ou mais configurações desta página foram desabilitadas pelo administrador do sistema”, ao tentarem alterá-las, como mostra na imagem abaixo.

impedir alterações na área de trabalho

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Como baixar seus jogos favoritos em Flash antes que eles sumam da internet

Baixar jogos em Flash
Há anos ouvimos nos quatro cantos da internet profecias sobre o fim do Flash Player. Agora, mais do que nunca parece que verdadeiramente estamos vendo o popular player multimídia da Adobe entrando no caixão e prestes a ser despachado para o além. Isso porque foi neste ano de 2015 que vimos pela primeira vez grandes navegadores, como o Firefox e o Chrome, se recusando a reproduzir conteúdos que utilizam a tecnologia.
Se esse movimento realmente for levado adiante, não irá demorar muito até presenciarmos jogos e sites inteiros desenvolvidos em Flash desaparecerem. Portanto, se você é fã número 1 dos joguinhos em Flash que rodam aí no seu navegador, é hora de começar a se preocupar com isso.
Por sorte, existe uma maneira bem simples de salvá-los e evitar que seu tempo ocioso se transforme num tédio sem fim. Em apenas três passos, nós ensinamos a baixar seus jogos em Flash favoritos antes que eles sumam da internet.

Preparando o terreno 

Geralmente, quem é adepto dos jogos em Flash tem um site preferido para acessar seus títulos prediletos ou até mesmo os deixam salvos como favoritos no navegador. Pois bem, saiba que para baixá-los para o seu computador você precisará acessar um de cada vez.
Super Mario 63 é um dos títulos genéricos mais conhecidos do encanador bigodudo
Super Mario 63 é um dos títulos genéricos mais conhecidos do encanador bigodudo.
No nosso exemplo, baixaremos o Super Mario 63 diretamente do site O Jogos. A recomendação é que você reproduza os passos mostrados a seguir antes de se aventurar baixando aqueles que realmente são os seus mais queridos.

Passo 1: abra o código fonte da página 

Assim que você abrir a página onde seu jogo está hospedado e depois dele estar completamente carregado, clique com o botão direito do mouse em uma área fora do game e selecione a opção "Exibir código fonte da página" - você também pode simplesmente pressionar as teclas "CTRL + U" no seu teclado.
O primeiro passo é visualizar o código fonte da página que contém o seu jogo em Flash preferido
O primeiro passo é visualizar o código fonte da página que contém o seu jogo em Flash preferido
Pronto, agora você está vendo todo o código HTML que compõe a página do jogo. Aqui, pressione "CTRL + F" no seu teclado e busque por ".swf", sem as aspas.
Isso fará com que o navegador procure por todos os arquivos .SWF embutidos na página. Eles servem como uma espécie de pacote que contém todas as informações do seu jogo favorito, logo podemos dizer que representam o jogo propriamente dito. Desconsidere resultados que possam indicar arquivos de instalação e procure por arquivos que correspondam ou remetam ao jogo em questão. Geralmente, eles estão dentro de um iFrame. Nesse exemplo, o arquivo que procuramos é o "SuperMario63.swf".
Com alguma sorte, é possível encontrar a URL completa do arquivo SWF no primeiro resultado da busca
Com alguma sorte, é possível encontrar a URL completa do arquivo SWF no primeiro resultado da busca

Passo 2: localize o arquivo SWF do jogo 

Com alguma sorte, você não enfrentará nenhuma dificuldade para encontrar o arquivo SWF e onde ele está hospedado. Na imagem anterior, conseguimos localizá-lo de primeira sem grandes problemas.
Contudo, caso você não tenha encontrado nada, vale a pena ficar atento na seguinte dica. Não raramente, dentro dos jogos há referências sobre quem o desenvolveu. De posse dessa informação, fica fácil encontrar o site do desenvolvedor e conferir o game na íntegra lá, onde provavelmente ele estará hospedado.
Caso não consiga encontrar a URL do arquivo SWF, procure por referências aos desenvolvedores dentro do game. No caso de Super Mario 63, logo na abertura o nome do desenvolvedor é citado
Caso não consiga encontrar a URL do arquivo SWF, procure por referências aos desenvolvedores dentro do game. No caso de Super Mario 63, logo na abertura o nome do desenvolvedor é citado
Uma vez no site do desenvolvedor, basta repetir o primeiro passo deste guia para encontrar o arquivo SWF e a URL completa de onde ele está hospedado na web.

Passo 3: baixe o arquivo SWF 

Pronto, agora que você possui a URL do SWF do game, é hora de baixar o arquivo. Aqui, basta copiar todo o endereço e abri-lo numa nova aba do seu navegador. Feito isso, clique novamente na barra de endereço e aperte as teclas "CTRL + S" no seu teclado para salvar o arquivo.
De posse da URL completa do arquivo, basta colá-la numa nova aba e pressionar CTRL + S no teclado
De posse da URL completa do arquivo, basta colá-la numa nova aba e pressionar CTRL + S no teclado
Se por algum acaso você não conseguiu obter a URL completa, não se desespere. Basta clicar com o botão direito sobre o nome do arquivo e logo na sequência selecionar a opção "Salvar link como..." que o resultado será o mesmo.
Caso o código fonte da página do jogo não exiba a URL completa, basta clicar com o botão direito do mouse e selecionar a opção de salvar o arquivo
Caso o código fonte da página do jogo não exiba a URL completa, basta clicar com o botão direito do mouse e selecionar a opção de salvar o arquivo
Pronto, agora certifique-se de que o tipo de arquivo que está sendo salvo é "Shockwave Flash Object" e confirme a ação clicando em "Salvar".
Antes de salvar o arquivo, certifique-se que ele é do tipo Shockwave Flash Object
Antes de salvar o arquivo, certifique-se que ele é do tipo Shockwave Flash Object
Por fim, caso nenhuma das dicas tenha funcionado, sempre há a última alternativa salvadora da pátria. Estamos falando do site File2HD, que analisa uma URL em busca de arquivos que podem ser baixados para o seu computador. Acesse-o e cole a URL da página do seu jogo em Flash lá e depois clique em "Get Files". Ele exibirá uma lista enorme com todo tipo de arquivo, inclusive o SWF que você procura.
O File2HD é o último recurso para quem não consegue encontrar o SWF no código fonte do site
O File2HD é o último recurso para quem não consegue encontrar o SWF no código fonte do site
Aqui, basta clicar com o botão direito do mouse e selecionar a opção de "Salvar link como..." para resolver o problema de uma vez por todas.
Pronto, agora você tem o seu jogo favorito guardado no seu computador e não corre mais o risco de não poder jogá-lo quando o Flash for abolido de vez da web. Lembrando que você terá que repetir esses passos para cada jogo que queira guardar consigo.

Como fazer para jogar localmente? 

Agora que você finalmente fez o download dos seus jogos em Flash favoritos, é hora de jogá-los localmente. O problema é que muita gente vem desinstalando o Flash Player dos seus computadores por questões de segurança, e se você ainda não fez o mesmo é bom que faça.

E é aí que surge a grande dúvida: como executar esses arquivos SWF que foram baixados sem ter o Flash Player instalado no computador? Fácil! Levando em consideração que você está usando o Windows, isso pode ser feito com o próprio Windows Media Player sem nenhum problema.
Clique com o botão direito do mouse sobre o arquivo SWF que você baixou e clique em "Abrir com". Na lista que aparece, selecione a opção "Mais aplicativos" caso o Windows Media Player não esteja nela e finalmente o selecione.
Pronto, agora você pode jogar Super Mario 63 (ou qualquer jogo que tenha baixado da web) localmente usando o Windows Media Player. Além disso, é possível executar o jogo em modo de tela cheia, o que dá toda uma nova experiência a ele.
Se você não quiser instalar o Flash Player no seu computador, é perfeitamente possível executar o jogo usando o Windows Media Player
Se você não quiser instalar o Flash Player no seu computador, é perfeitamente possível executar o jogo usando o Windows Media Player .
Se for algum motivo o WMP não atender às suas necessidades e mesmo assim você não quiser instalar o Flash Player, uma boa alternativa é o Flash Movie Player. Gratuito, ele também é capaz de reproduzir arquivos SWF perfeitamente. Divirta-se!

Atenção,Aviso Legal.

Todos os direitos autorais reservados.
A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão, multa e indenizações civis .
LEI Nº 9.610
Art. 5º Para os efeitos da Lei, considera-se:
I - publicação - o oferecimento de obra literária, artística ou científica ao conhecimento do público, com o consentimento do autor, ou de qualquer outro titular de direito de autor, por qualquer forma ou processo.
Os donos de blogs ou sites que não respeitam a lei estão sendo notificados,denunciados,tendo seus blogs e sites fechados e processados.
Proibida cópia total ou parcial,e qualquer tipo de reprodução sem autorização em blogs ou sites.
Proibido o uso do nome Como Saber Fazer
O nome Como Saber Fazer é marca registrada e protegido por lei.
Apenas indique a fonte da informação colocando um link para o artigo do blog Como Saber Fazer.
Até agora: 25/06/15.
145 Blogs e
22 sites denunciados.
154 Blogs apagados pelo google.
221 donos de sites e 25 donos de blog respondendo a processos por plágio.
129 vitórias na justiça.
Leia no fim da página o aviso de Copyright.