sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Como e por que você deve usar um gerenciador de senhas


Senha
A maioria das pessoas tem o hábito de usar senhas muito fracas e/ou repetidas em diferentes sites, mas isso não é nem de longe o mais indicado no quesito segurança. Cada vez mais guardamos informações valiosas em serviços da internet e é preciso proteger bem nossos “cofres virtuais”.
Uma dica para aumentar sua segurança online é usar um gerenciador de senhas para garantir que você tenha códigos fortes e exclusivos para cada uma de suas contas online. Os gerenciadores de senhas armazenam suas informações de login de todas as suas contas e evita que você tenha que lembrar e digitar cada uma delas toda vez que visitar um site protegido por senha. Em vez disso, suas senhas são criptografadas e guardadas pelo seu gerenciador, que por sua vez é protegido por uma senha mestra – a única senha forte que você precisa decorar.
Se você ainda tem muitas dúvidas sobre o assunto, confira esse apanhado de respostas e dicas para começar hoje mesmo a usar um gerenciador de senhas.

Mas afinal, por que você não deve repetir suas senhas?

Muitas pessoas têm o hábito de criar uma senha e utilizá-la para diversas contas, como Facebook, e-mail, Tumblr, entre outros. Mesmo que essa senha seja considerada forte, isso pode gerar uma grande dor de cabeça e até mesmo problemas mais graves para os usuários.
Estamos cansados de nos deparar com notícias de que um grande número de senhas de usuários de determinados serviços vazou na web e, caso isso aconteça com você, ter essa mesma senha repetida em outro site pode ser um grande problema. Isso porque pessoas mal-intencionadas que tenham acesso a dados como seu endereço de e-mail, nome de usuário e senha podem tentar acessar outras contas além daquela que sofreu o vazamento.
Se você usar as mesmas informações de login em todos os lugares, um vazamento num site poderia dar às pessoas acesso a todas as suas contas. Se alguém tem acesso a sua conta de e-mail, por exemplo, essa pessoa poderia usar os links de redefinição de senha para acessar outros sites, como o seu banco ou conta PayPal. É uma verdadeira bola de neve!
Para evitar que vazamentos de senhas sejam altamente prejudiciais, o ideal é usar uma senha exclusiva e forte para cada site. Senhas imprevisíveis, longas, com direito a números, letras e símbolos são as mais indicadas, mas como você pode ter criatividade o suficiente para criar tantos códigos mirabolantes e ainda decorá-los para usar no dia a dia? É aí que entra o gerenciador de senhas.

Como funciona um gerenciador de senhas?

Quando você usa um gerenciador de senhas e precisa se logar em algum site, a primeira coisa a se fazer é visitá-lo normalmente. Porém, em vez de digitar a senha do site em questão, você digita a sua senha mestra do gerenciador e ele preenche automaticamente as informações de login apropriadas para essa determinada página; mas, isso só acontece se você já estiver logado no seu gerenciador de senhas. Basicamente, você não precisa digitar seu endereço de e-mail, nome de usuário, nada, apenas deixar que o aplicativo faça o "trabalho duro".
Na hora de criar uma nova conta em algum serviço, o gerenciador também irá se oferecer para gerar um código aleatório e seguro para que você não precise queimar seus neurônios. Ele também pode ser configurado para preencher automaticamente informações como endereço, nome e e-mail em formulários da web.
LastPass Exemplo de uso de um gerenciador de senhas (Imagem: Captura de tela / Canaltech)

Por que os gerenciadores de senhas nativos dos navegadores não são ideais?

Navegadores como Chrome, Firefox e Internet Explorer têm gerenciadores de senha nativos criados para competir com os gerenciadores de terceiros. Porém, é importante destacar que o Chrome e o Internet Explorer armazenam suas senhas no seu próprio computador de forma não criptografada. Isso quer dizer que qualquer pessoa com acesso à sua máquina pode acessar os arquivos de senhas do seu computador e visualizá-las a menos que você criptografe seu disco rígido.
Gerenciador de senhas ChromeGerenciador de senhas do Google Chrome
Já o Firefox possui uma senha mestra que permite criptografar suas senhas salvas no navegador. No entanto, essa ainda não é a solução ideal, pois não oferece diversos recursos, como a criação de senhas aleatórias e opção de sincronização multiplataforma (ele não sincroniza com iDevices, por exemplo).
Um gerenciador de senhas dedicado vai armazenar os seus códigos de acesso de forma criptografada e ajudá-lo na hora de criar novas senhas fortes e imprevisíveis, além de permitir que você acesse facilmente suas senhas em diferentes dispositivos, como computadores, smartphones e tablets.

Qual gerenciador de senhas usar?

Agora que você entendeu a real importância de preservar suas senhas e criar códigos seguros, chegou a hora de escolher um aplicativo para chamar de seu. Atualmente, existem diversas opções disponíveis no mercado, mas podemos destacar três delas:
  • Dashlane: Um gerenciador de senhas que funciona no Windows, OS X, iOS e Android. Este gerenciador também possui extensões para diferentes navegadores, recursos como um painel de segurança que analisa a força de suas senhas e também um gerador automático de códigos.
  • LastPass: Este gerenciador é baseado na nuvem e conta com extensões, aplicativos móveis e aplicativos para desktop. O LastPass é uma opção bem popular e poderosa, pois oferece uma variedade de opções de autenticação de dois fatores para aumentar sua proteção. 
  • KeePass: Se você não gosta da ideia de ter suas senhas armazenadas na nuvem, o KeePass pode ser uma boa alternativa para o LastPass. Ele armazena suas senhas no seu computador e a desvantagem é que você precisa sincronizá-lo em todos os seus dispositivos manualmente. Algumas pessoas optam pelo uso de serviços como o Dropbox para sincronizar o banco de dados do KeePass entre seus desktops e dispositivos móveis.
KeePass
Se você quiser mais dicas de aplicativos para gerenciar suas senhas, confira estes links:

    Dicas importantes para usar um gerenciador de senhas

    Depois de escolher o aplicativo que mais se adéqua às suas necessidades, é preciso ficar atento a alguns detalhes.
    Senha mestra
    A primeira grande decisão é escolher muito bem a sua senha mestra, afinal ela irá oferecer o controle sobre todo o seu banco de dados do gerenciador. Lembre-se que ela será a única senha que você precisa decorar, portanto capriche na escolha. Você poderá alterar a senha mestra quando desejar, mas para isso precisará se lembrar dela, portanto esquecê-la não é uma boa ideia, pois assim você irá perder o acesso a todas as outras senhas salvas no programa. Lembre-se: uma senha forte é absolutamente essencial.

    Mudar senhas fracas e repetidas
    Depois de instalar um gerenciador de senhas, é bem provável que você queira alterar suas senhas manjadas para algo mais seguro e difícil de ser quebrado. Aproveite os recursos dos gerenciadores de senhas que identificam senhas fracas e duplicadas para focar sua mudança.
    Armazenar informações sensíveis
    Estes aplicativos também permitem que você armazene outros tipos de dados em um formulário seguro. Isso quer dizer que você pode aproveitar seu gerenciador de senhas para guardar informações como números de cartões de crédito e ter a certeza de que os dados serão criptografados e acessados com a senha mestra.
    Segurança adicional contra phishing
    Os gerenciadores de senhas podem até mesmo ajudar contra tentativas de phishing, uma vez que eles preenchem as informações da conta em sites com base em sua URL. Se você receber um e-mail falso dizendo que você precisa seguir um link para alterar alguns dados no site do seu banco, por exemplo, o gerenciador de senhas não irá preencher automaticamente as suas informações de login, pois o site falso possui uma URL diferente daquela utilizada oficialmente pela instituição bancária.
    Phishing

    Nenhum comentário:

    Atenção,Aviso Legal.

    Todos os direitos autorais reservados.
    A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão, multa e indenizações civis .
    LEI Nº 9.610
    Art. 5º Para os efeitos da Lei, considera-se:
    I - publicação - o oferecimento de obra literária, artística ou científica ao conhecimento do público, com o consentimento do autor, ou de qualquer outro titular de direito de autor, por qualquer forma ou processo.
    Os donos de blogs ou sites que não respeitam a lei estão sendo notificados,denunciados,tendo seus blogs e sites fechados e processados.
    Proibida cópia total ou parcial,e qualquer tipo de reprodução sem autorização em blogs ou sites.
    Proibido o uso do nome Como Saber Fazer
    O nome Como Saber Fazer é marca registrada e protegido por lei.
    Apenas indique a fonte da informação colocando um link para o artigo do blog Como Saber Fazer.
    Até agora: 25/06/15.
    145 Blogs e
    22 sites denunciados.
    154 Blogs apagados pelo google.
    221 donos de sites e 25 donos de blog respondendo a processos por plágio.
    129 vitórias na justiça.
    Leia no fim da página o aviso de Copyright.