sexta-feira, 31 de julho de 2015

Como desativar a barra de pesquisa do Bing para preservar sua privacidade no Windows 10

Windows 10
Vendido pela Microsoft como a peça principal de um ecossistema todo integrado que abraça computadores, dispositivos móveis e videogames e festejado pelos usuários principalmente por trazer de volta o saudoso menu Iniciar, o Windows 10 tem lá sua parcela de polêmica.
E é justamente um recurso bastante ordinário, que quase ninguém presta muita atenção, que vem causando discussões e preocupando usuários e especialistas de segurança digital e privacidade. Estamos falando da barra de buscas do Bing.
A localização do campo em si, ao lado do menu Iniciar, já é motivo para desconforto e debate, pois ocupa um espaço antes considerado vital principalmente para quem gosta de lotar a barra de tarefas com atalhos e jump lists. Contudo, mais do que isso, esse pequeno campo tem um lado obscuro que muitos desconhecem.
Todo o problema reside no fato de toda e qualquer pesquisa feita ali ser enviada para os servidores da gigante dos softwares. Portanto, acidentalmente ou não, caso você procure pelo número de um documento, ou até mesmo de cartão de crédito, saiba que isso será armazenado em Redmond e sabe Deus o que eles farão com isso.
Se por um lado a barra de pesquisas foi colocada de uma maneira a simplificar o processo de busca por arquivos, por outro ela ocupou um espaço valioso na barra de tarefas do Windows 10
Se por um lado a barra de pesquisas foi colocada de uma maneira a simplificar o processo de busca por arquivos, por outro ela ocupou um espaço valioso na barra de tarefas do Windows 10 (Imagem: captura de tela / Sergio Oliveira) 
Felizmente, é possível desativar essa característica e limitar as buscas apenas à máquina local, sem que isso chegue até às instalações da fabricante do Windows 10. E o melhor de tudo é que isso é bastante fácil.
Confira agora como desativar a barra de buscas do Bing no Windows 10 para manter a sua segurança e privacidade longe de olhares curiosos.

Passo 1

Primeiramente, clique na barra de buscas localizada ao lado do menu Iniciar e procure por “Configurações de Cortana e Pesquisa”. Selecione o primeiro resultado da lista.
Utilize a barra de pesquisa para procurar pelas configurações da Cortana e Pesquisa no Windows 10
Utilize a barra de pesquisa para procurar pelas configurações da Cortana e Pesquisa no Windows 10 (Imagem: captura de tela / Sergio Oliveira) 

Passo 2 

Perceba que as opções são exibidas ali mesmo na barra de resultados de busca. Note também que, por enquanto, para nós, usuários brasileiros, a assistente digital está desativada.
Quando ela for habilitada para nossa região, você terá que desativá-la antes de poder eliminar a barra de pesquisas do Bing.

Passo 3 

Com a Cortana desativada, perceba que surgiu a opção “Pesquisar online e incluir resultados da Web”. Desative-a para fazer com que o seu computador não faça buscas na internet.
Com a Cortana desabilitada, é chegada a hora de desativar as pesquisas online e os resultados vindos da Web
Com a Cortana desabilitada, é chegada a hora de desativar as pesquisas online e os resultados vindos da Web (Imagem: captura de tela / Sergio Oliveira) 
Pronto, a partir de agora sempre que você fizer uma busca ela não será mais enviada nem armazenada nos servidores da Microsoft, ficando restritas à sua máquina.
Para confirmar que isso deu certo, note que o campo de buscas não exibe mais “Pesquisar na Web e no Windows”, mas apenas “Pesquisar no Windows”.
Confirme que as buscas online foram desativadas observando a alteração no campo de pesquisa ao lado do menu Iniciar
Confirme que as buscas online foram desativadas observando a alteração no campo de pesquisa ao lado do menu Iniciar (Imagem: captura de tela / Sergio Oliveira) 

Passo 4 (Opcional) 

Caso você ainda esteja incomodado com o campo de pesquisa na barra de tarefas do Windows 10, saiba que é possível desativá-la. Para isso, clique com o botão direito sobre ela e selecione a opção “Pesquisar”. Lá você tem tanto a opção de trocar o campo gigantesco por um ícone como também ocultá-la por completo.
Para acabar de uma vez por todas com o inconveniente da barra de pesquisas, basta ocultá-la da barra de tarefas
Para acabar de uma vez por todas com o inconveniente da barra de pesquisas, basta ocultá-la da barra de tarefas (Imagem: captura de tela / Sergio Oliveira) 
Ao optar por ocultar, perceba que o campo de pesquisas que antes ocupava um espaço generoso na barra de tarefas sumiu e cedeu espaço para os ícones dos seus programas favoritos.

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Como baixar e instalar o Windows 10 em seu computador

Windows 10
O Windows 10 finalmente chegou e muita gente está ansiosa para instalar a nova versão do sistema operacional. Alguns já estão aproveitando a reserva que fizeram há alguns meses quando a Microsoft liberou o recurso, mas muitos outros estão correndo atrás de maneiras de fazer a atualização.
E o principal problema é que há tantas informações desencontradas sobre o melhor modo de migrar que é fácil se perder aí no meio. Como a empresa havia disponibilizado anteriormente algumas versões para testes, achar uma forma simplificada para instalar o novo Windows para quem não reservou o produto antecipadamente pode ser uma bela dor de cabeça.
Por sorte, a Microsoft disponibilizou uma ferramenta para ajudar nesta tarefa de organizar as coisas. Trata-se de um pequeno arquivo com pouco mais de 18 MB que agrupa todas as etapas necessárias de verificação e instalação para que você não precise mais se esquentar com a atualização. Basta executar, seguir as instruções iniciais e esperar até que tudo termine — o que leva alguns minutos.
Ainda assim, o recurso traz alguns detalhes que o tornam bem completo e você confere agora. Só lembre-se de que, para fazer o update gratuito, é preciso ter uma cópia original do Windows 7 ou Windows 8.1.

Passo 1

No site da Microsoft, escolha a versão específica para seu computador. A página oferece o instalador tanto para PCs com processadores com arquitetura 32 bits quanto para 64 bits. Caso não saiba qual é o seu modelo, basta apertar o botão Windows + Pause para abrir as propriedades do sistema. A informação vai estar detalhada na linha "Tipo de Sistema", como mostra a imagem.
Instalar Windows 10

Passo 2

Ao abrir o Media Tool liberado pela Microsoft, você irá encontrar a seguinte tela. É a partir dela que você vai começar a instalar o Windows 10 ou, ao selecionar a segunda opção, criar uma ISO para fazer esse processo em outra máquina. Caso seja essa a sua intenção, tenha uma mídia virgem à sua disposição, pois será preciso gravar os arquivos para executá-los no outro PC.
Já para quem quer fazer uma instalação direta, basta selecionar a opção "Atualizar este computador agora" e avançar.
Instalar Windows 10

Passo 3

Em seguida, o programa vai dar início ao download do Windows 10. É um processo um tanto quanto demorado, então deixe isso rodando ao fundo e vá seguir com a sua vida.
Instalar Windows 10

Passo 4

É a partir daqui que a instalação começar a ser realmente feita. O sistema vai pedir para que você salve todos os seus arquivos para que nada seja perdido durante a operação. Isso porque, ao contrário do que acontecia na fase de download, a instalação do Windows 10 propriamente dita não pode ser deixada em segundo plano. O ponto é que isso também é algo que leva tempo, então espere para  começar quando puder se dedicar de verdade a isso — ou seja, não tente fazer no meio do expediente.
Instalar Windows 10

Passo 5

Em seguida, o próprio instalador vai trazer algumas opções de personalização. Não é nada complicado e feito apenas para saber se você deseja manter seus arquivos e programas ou se prefere fazer uma limpa completa no computador. Escolha o que achar melhor e espere.
O processo é demorado e vai reiniciar o PC várias vezes. Contudo, ao fim do processo, você já terá o novíssimo Windows 10 pronto para ser usado.

Para gravar uma ISO

Passo 1

Se você prefere ter um disco de instalação em mãos, a solução é igualmente fácil. Após baixar o arquivo listado no início do processo anterior, é só executá-lo e selecionar a opção "Criar mídia de instalação para outro computador", assim como mostra a imagem abaixo.
Instalar Windows 10

Passo 2

Em seguida, você precisa definir algumas informações básicas. Escolha o idioma desejado, a edição do Windows 10 que deseja manter e a arquitetura de seu computador. O lado bom é que, ao contrário do arquivo simplificado de instalação, você pode gravar uma mídia que sirva tanto para sistemas x86 quanto para x64.
Instalar Windows 10

Passo 3

Por fim, escolha o tipo de mídia que deseja criar. Você pode tanto criar uma ISO para ser armazenada em um DVD ou enviar tudo em um pendrive para fazer a instalação a partir da entrada USB. Lembre-se de que são precisos pelo menos 3 GB de armazenamento para isso.
Instalar Windows 10

Passo 4

Confirme os últimos detalhes e espere a finalização do processo. Assim, basta conectar o pendrive ou inserir o DVD com a ISO gravada para dar início à instalação do Windows 10 em seu computador.

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Como forçar seu computador a instalar o Windows 10

Windows 10
Depois de muita espera, o Windows 10 finalmente chegou — só que não para todo mundo. O novo sistema operacional da Microsoft está sendo liberado aos poucos àqueles que fizeram a reserva do produto e deixando muita gente ansiosa com a demora. Afinal, como todo mundo está esperando para testar a novidade, chega a ser uma tortura ficar na torcida pela sua vez de receber os arquivos de instalação.
E foi exatamente por isso que alguém decidiu vasculhar nos arquivos do sistema em busca de uma maneira de acelerar o processo. Quase como um modo para furar a fila para conseguir o seu produto antes do previsto ou mesmo de dar um empurrãozinho na máquina, o processo é simples e se resume basicamente a antecipar aquilo que você já tem direito e não é nenhum hack ou coisa parecida.
Isso significa que esse método não vai fazer com que seu computador que não tem suporte para o Windows 10 receber a atualização. Em outras palavras, o único requisito básico para fazer com que esse guia funcione é que você tenha o Windows 7 ou Windows 8.1 e já tenha feito sua reserva a partir daquele pequeno ícone que a Microsoft liberou nos computadores compatíveis há alguns meses.
É o seu caso? Então siga os passos a seguir e se prepare para conhecer de vez o Windows 10.

Passo 1

O primeiro passo é apagar os arquivos de instalação que o Windows Update já fez. Então, vá até C:/WINDOWS/SoftwareDistribution/Download e faça a limpa.
Apesar disso soar como algo arriscado, pode ficar tranquilo, pois não vai comprometer em nada o funcionamento do seu PC — afinal, são apenas atualizações e tudo isso vai ser baixado de novo.
Forçar Windows 10

Passo 2

Feito isso, abra o Windows Update. Por enquanto, apenas deixa isso aberto e não faça mais nada.

Passo 3

Em seguida, é a vez de abrir o processador de comandos do Windows. O detalhe é que isso deve ser feito apenas pelo administrador do sistema, então não adianta abri-lo pela função Executar. Assim, pesquise por "cmd" no Menu Iniciar e clique com o botão direito sobre o resultado e escolha a opção "Executar como administrador".
Forçar Windows 10

Passo 4

Na área de comandos, digite a ação "wuauclt.exe /updatenow", mas não execute a operação ainda. Apenas deixe tudo pronto. Aliás, note que há um espaço entre os dois termos e que é preciso estar atento a isso para não fazer nada de errado quando for necessário.
Forçar Windows 10

Passo 5

Volte para a tela do Windows Update e clique em "Procurar atualizações" na barra localizada à esquerda da janela.
Forçar Windows 10

Passo 6

Enquanto o seu computador procura por novas atualizações, volte ao processador de comandos e confirme a operação que você deixou previamente pronta pressionando Enter no teclado.
Forçar Windows 10
Com isso, o seu computador vai antecipar um pouco as coisas e furar a fila estabelecida pela Microsoft e começar a baixar o Windows 10. Assim, é só esperar e conferir todas as novidades que o novo sistema operacional oferece.

terça-feira, 28 de julho de 2015

Como inserir e personalizar linhas de borda no Word

Linhas de borda no Word são criadas automaticamente a partir do momento que você inserir caracteres específicos. Aprenda como você pode editá-las ou remover essa formatação automática no tutorial abaixo.

Como inserir e personalizar linhas de borda no Word

Por exemplo, ao adicionar uma série de traços e apertar Enter, o Word converte automaticamente para uma Linha de borda.
Linhas de borda no Word
Linhas podem ser feitas de diversas maneiras, com asteriscos ou o acento til, observe outros exemplos.
Linhas de borda no Word
A segunda maneira de adicioná-las é pela opção Bordas, localizada na guia Página inicial. Posicione o ponteiro do Word na linha onde será aplicada a linha e escolha Borda Inferior.
Linhas de borda no Word
Para adicionar bordas laterais ou completas use as seguintes opções. Vale apontar que o mesmo não funciona para outras linhas feitas com asteriscos ou acentos.
Linhas de borda no Word
Existe um segundo tipo de linha, a Linha horizontal. Também encontrado na opção Bordas, essa permite apenas que você adicione uma linha que funciona como um separador de frases ou partes de um documento. Ao movê-la, ela pode ficar entre duas frases, como mostrado. Seu tamanho é editável ao clicar sobre ela.
Linhas de borda no Word
É importante notar a diferença entre uma linha aplicada como borda e uma linha tradicional feita com o traço inferior, comumente usado formulários. Tais linhas podem ter tamanhos variados, enquanto a outra possui um tamanho fixo.
Exemplo: Ao terminar de digitar “__________” e apertar Enter ela automaticamente se torna uma linha horizontal. Você pode reverter isso de duas maneiras: A primeira é clicar no relâmpago e escolher a opção Desfazer linha de borda. A segunda é remover essa formatação automática.
Linhas de borda no Word
Para isso, vá em Arquivo -> Opções -> Revisão de texto. Nele vá em Formatação Automática ao digitar e desmarque Linhas de borda.
Linhas de borda no Word
Com isso qualquer um dos parâmetros previamente usados que eram transformados em linhas de borda agora serão ignorados.

Leia também.
como conseguir a chave de registro do AVAST 5 free.
como gravar imagens ISO
como fazer um site ou blog grátis.
como apagar um arquivo bloqueado.

como como resolver problemas de som no PC.
como saber qual modelo de sua placa mãe ou de vídeo.

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Como criar uma textura de papelão no Photoshop

O tutorial a seguir mostra como criar uma textura de papelão no Photoshop, boa para fundos ou apenas elementos de uma imagem. É apenas necessário ter um domínio de como criar texturas e aplicar efeitos no programa.

Criar uma textura de papelão no Photoshop

Crie um documento de 600x400 e aperte Ctrl+Shift+N para criar uma nova camada. No Color Picker, clique duas vezes na cor da esquerda para alterá-la para #d9a861.
papelão no Photoshop
Digite esse número no campo apontado abaixo.
papelão no Photoshop
Use a ferramenta Paint Bucket (Atalho: G) para preencher essa camada. A próxima etapa é criar a textura que será usada no papelão. Crie um novo documento com o tamanho de 20x20 pixels.
Aperte Ctrl+Shift+N duas vezes para criar duas camadas e desabilite a camada Background.
papelão no Photoshop
Escolha a primeira camada criada, altere a cor para #b68728 e escolha a ferramenta Pencil (Atalho:B). Reduza o tamanho para um Pixel e faça um retângulo na imagem. Agora na segunda camada criada altere a cor para #9c7b21 e faça uma linha vertical de um pixel.
O resultado será esse:
papelão no Photoshop
Apague a camada Background, selecione tudo (Ctrl+A), vá em Edit -> Define Pattern
papelão no Photoshop
Escolha o nome como Papelão.
papelão no Photoshop
Volte para o arquivo origina com a cor aplicada, duplique-a e aplique Pattern Overlay.
papelão no Photoshop
Escolha a Pattern feita anteriormente e uma Scale de 35%.
papelao-10
Altere o Fill dessa camada para 0% para que apenas os efeitos fiquem visíveis.
papelao-11
Clique com o botão direito sobre essa camada e escolha Convert into Smart Object.
Após isso vá em Filter -> Disort -> Ripple e escolha a seguinte configuração:
papelão no Photoshop
Na camada onde foi aplicada a cor d9a861, duplique-a e a coloque acima de todas as camadas. Essa deverá ser a organização das camadas.
papelao-19
Primeiro, escolha Filter -> Noise -> Add Noise:
papelao-20O segundo efeito é Dust & Scratches, também encontrado em Noises:
papelao-21
Vá em Fx -> Gradient Overlay e use esta configuração. Atenção: Não esqueça de trocar o Blend Mode para Soft Light.
papelão no Photoshop
Por fim, reduza a Opacity dessa camada para 36%.
papelão no Photoshop
Veja o resultado do tutorial abaixo.
papelão no Photoshop 
  
Leia também. 

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Como rastrear seu Windows Phone perdido ou roubado

Windows Phone
Perder o celular é sempre um transtorno. Seja porque você esqueceu o gadget em algum lugar e não se lembra, deixou cair e não percebeu ou então foi roubado, esse momento é sempre complicado e nos deixa cheio de dúvidas sobre o que fazer primeiro.
Caso você tenha um aparelho com Windows Phone, saiba que há uma opção para tentar reaver o seu gadget. A Microsoft conta com um serviço na web por meio do qual é possível rastrear a localização aproximada do smartphone ou tablet, algo que pode ser bastante útil para tentar reavê-lo.
Este mecanismo trabalha de forma bastante semelhante àqueles disponíveis para aparelhos com Android ou iOS, permitindo que você veja a localização aproximada de um dispositivo. Além disso, é possível bloqueá-lo com senha para evitar acessos indevidos ou então apagar todo o conteúdo do aparelho, ideal para manter a sua privacidade.
Confira agora como usar o sistema de localização da Microsoft.

Ative o "Encontrar meu telefone"

O Windows Phone permite que você configure a opção “Encontrar meu telefone” para que ela trabalhe de forma mais precisa. Assim, é possível solicitar ao sistema para marcar a sua localização de forma repetida a cada intervalo de tempo, aumentando a precisão do processo.
Tal alteração precisa ser feita antes de você perder seu smartphone, é claro. Então, faça da seguinte maneira:
1. Na tela inicial do aparelho, deslize a tela para a esquerda até a lista de aplicativos. Lá, toque sobre a opção “Configurações”.
2. Na seção de configurações, toque em “Encontrar Meu Telefone”.
3. Agora, escolha a opção “Salve minha localização periodicamente para ter um mapeamento melhor”.
Com isso, o Windows Phone vai salvar a posição do seu aparelho de forma repetida em um intervalo menor de tempo, dando mais precisão a todo o processo.

Rastreando o telefone

1. Primeiramente, acesse a página account.microsoft.com/devices e faça login com a sua conta do Windows, a mesma utilizada no aparelho que você deseja encontrar.
2. Na tela seguinte, veja o aparelho que você deseja encontrar e clique em “Encontrar meu telefone”.
Depois disso, o sistema processa a sua solicitação e mostra a localização aproximada do seu aparelho dentro de alguns instantes. Caso ele não mostre a localização mais recente, clique em “Atualizar” e repita o processo.
3. Além da localização, há ainda outras opções acessíveis por meio deste sistema. Elas permitem a você realizar diferentes ações com o seu gadget.
Como rastrear Windows Phone
  • Discar – Clique nesta opção para que um sinal sonoro seja emitido pelo seu celular. Isso vai acontecer mesmo que ele esteja configurado no modo silencioso, o que faz desta a melhor opção para quando você “perde” o seu aparelho dentro de casa;
  • Bloquear – Se você perdeu o seu aparelho, mas acredita que ainda tem chance de reavê-lo, esta é a alternativa mais indicada. Isso porque, com ela, você bloqueia o acesso ao aparelho com uma senha, que precisa ser digitada para destravar a tela;
  • Apagar – Mais drástica de todas as opções, esta serve para quando você já perdeu as chances de recuperar o seu gadget. Com ela, todo o conteúdo é removido e o aparelho volta ao estado original de fábrica — ou seja, outra pessoa pode usá-lo normalmente, mas você garante a sua privacidade.
Estas dicas podem ajudar você a reencontrar o seu gadget ou, pelo menos, minimizar os efeitos da sua perda.

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Como encontrar e remover fotos duplicadas

Fotos duplicadas são um problema em identificar, as vezes pode acontecer de as ter renomeado e não saber qual é a correta. Ou talvez algumas pastas foram misturadas em um backup e separá-las ou excluí-las será uma grande dor de cabeça. Conheça no tutorial abaixo como você pode identifica-las e removê-las com maior facilidade.

Como encontrar e remover fotos duplicadas

O programa usado no tutorial é o VisiPics, disponível gratuitamente no site oficial. Ele usa um algoritmo para determinar as diferenças entre as imagens e separar quais são possíveis duplicatas.
Ao abrir, o programa mostrará um menu inicial com duas setas. Cada uma delas adiciona ou remove pastas para serem verificadas. Escolha a pasta na tela principal e após isso clique na seta para adicionar.
remover fotos duplicadas
Existem três diferentes intensidades de procura: Do Loose, o mais fraco de todos, ao Strict, que basta uma pequena diferença que a imagem seja separada pelo Visipics.
remover fotos duplicadas
Clique em Play para iniciar o processo de busca.
remover fotos duplicadas
O tempo irá variar de acordo com o tamanho das imagens e do processador do computador. Enquanto o processo é feito aparecerá na barra lateral esquerda todas as fotos que foram possíveis duplicatas pelo Visipics. Coloque o mouse sobre uma delas para ver a comparação. Esta, será mostrada na parte inferior do programa.
remover fotos duplicadas
Caso tenha dificuldades em ver a diferença, vá em View -> Preview Full Size para vê-las no tamanho original.
remover fotos duplicadas
O VisiPics oferece duas opções para imagens marcadas: Excluí-las (Delete) ou movê-las (Move) para outro local. Isso pode ser feito no botão Actions da tela principal ou na guia Actions na parte superior.
remover fotos duplicadas
No caso de mover as fotos, aponte o local desejado. Aguarde o processo ser terminado e as fotos serão removidas ou colocadas na pasta desejada.

remover fotos duplicadas

Leia também.
como remover o Windows Genuine Advantage.
como recuperar senhas.
como remover vírus,spywares,trojans e rootkits do PC.
como usar o photoshop grátis.
como resolver problemas de travamento e desligamento do PC.
como recuperar arquivos apagados do PC.

Atenção,Aviso Legal.

Todos os direitos autorais reservados.
A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão, multa e indenizações civis .
LEI Nº 9.610
Art. 5º Para os efeitos da Lei, considera-se:
I - publicação - o oferecimento de obra literária, artística ou científica ao conhecimento do público, com o consentimento do autor, ou de qualquer outro titular de direito de autor, por qualquer forma ou processo.
Os donos de blogs ou sites que não respeitam a lei estão sendo notificados,denunciados,tendo seus blogs e sites fechados e processados.
Proibida cópia total ou parcial,e qualquer tipo de reprodução sem autorização em blogs ou sites.
Proibido o uso do nome Como Saber Fazer
O nome Como Saber Fazer é marca registrada e protegido por lei.
Apenas indique a fonte da informação colocando um link para o artigo do blog Como Saber Fazer.
Até agora: 25/06/15.
145 Blogs e
22 sites denunciados.
154 Blogs apagados pelo google.
221 donos de sites e 25 donos de blog respondendo a processos por plágio.
129 vitórias na justiça.
Leia no fim da página o aviso de Copyright.