sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Como criar e monitorar uma conta para o seu filho no Windows 10

Criança computador
Esse recurso, inclusive, foi ampliado no Windows 10, sendo alvo de críticas daqueles mais preocupados com privacidade devido à forma como o sistema operacional se comunica com os servidores da Microsoft. Isso tudo ocorre devido ao serviço Proteção para a Família, que também falaremos a respeito hoje e que, na verdade, pode ser ajustado conforme a sua preferência.
Portanto, sem mais delongas, se você quer criar uma conta para o seu filho no Windows 10 e mantê-lo longe de problemas através de monitoramento, confira o passo a passo a seguir.

Configurando uma conta para o seu filho 

Criar uma conta de usuário no Windows 10 continua sendo tão fácil quanto antes, embora a forma como isso é feito seja ligeiramente diferente do que nos acostumamos no Windows 8.
Aqui, primeiro você terá que abrir o Menu Iniciar e clicar em "Configurações". Na tela que se abre, aponte e clique sobre o ícone "Contas" e depois acesse o menu "Família e outros usuários" na lista à esquerda.
Agora é possível adicionar membros de dentro e de fora da família no sistema de usuários do Windows 10
Agora é possível adicionar membros de dentro e de fora da família no sistema de usuários do Windows 10 (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira) 
Nesta tela, clique no botão "Adicionar um membro da família" para abrir uma nova janela. Nesta tela, selecione a opção "Adicionar uma criança" e informe o endereço de e-mail do seu filho no campo de texto. Caso ele não possua um endereço de correio eletrônico, basta selecionar a opção "A pessoa que eu desejo adicionar não tem um endereço de e-mail".
Graças a essa distinção, é possível criar uma conta especificamente para o seu filho menor de idade
Graças a essa distinção, é possível criar uma conta especificamente para o seu filho menor de idade (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira) 
A seguir, você deverá fornecer todas as informações pertinentes do seu filho, tais como nome, sobrenome e um ID para criar uma nova conta de e-mail do Outlook caso ele não possua uma.
Dados como nome e sobrenome devem ser fornecidos para a criação da conta. Caso deseje, você poderá tanto criar uma nova conta Microsoft, um novo Outlook ou converter um endereço de e-mail existente em Microsoft Account
Dados como nome e sobrenome devem ser fornecidos para a criação da conta. Caso deseje, você poderá tanto criar uma nova conta Microsoft, um novo Outlook ou converter um endereço de e-mail existente em Microsoft Account (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira) 
Por fim, a Microsoft perguntará se você quer "personalizar" a experiência de uso do sistema operacional para a sua cria. Isso ocorre, por exemplo, através do envio de informações de buscas realizadas por ele e de ofertas promocionais (vulgo spam) para o endereço de e-mail fornecido. Se você acha isso pertinente, deixe as caixas marcadas; caso contrário, desmarque-as e siga adiante.
Aqui, vale mais a pena deixar a Microsoft longe das preferências do seu filho - afinal de contas, ele é apenas uma criança
Aqui, vale mais a pena deixar a Microsoft longe das preferências do seu filho - afinal de contas, ele é apenas uma criança (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira) 
Pronto, depois da última tela o seu filho já poderá fazer login no seu computador utilizando uma conta própria. Mas antes disso, é interessante que você ajuste as configurações do Proteção para Família da Microsoft.

Configurando o Proteção para Família 

Depois de criar uma conta exclusiva para o seu filho, é hora de configurar o Proteção para Família no Windows 10. Bem configurada, essa ferramenta coleta informações essenciais sobre o uso do computador pelos seus filhos e as envia em forma de relatório para você.
Para dar início à configuração, basta clicar em "Gerenciar configurações de família online" logo abaixo do nome da conta recém-criada. Você será redirecionado para uma página, onde deverá fornecer as mesmas credenciais de login utilizadas para se autenticar no Windows 10.
Feito isso, na primeira você deve selecionar a conta recém-criada para então ser apresentado ao painel de configuração da Proteção para Família. De cara, você já poderá definir se deseja que o sistema colete informações de uso em "O sistema de relatório de atividades está ativado" e se tudo isso deve ser enviado semanalmente para você.
A função de coletar informações e enviar relatórios semanais para os pais é uma das mais polêmicas do novo sistema, mas também é uma mão na roda para os pais mais preocupados
A função de coletar informações e enviar relatórios semanais para os pais é uma das mais polêmicas do novo sistema, mas também é uma mão na roda para os pais mais preocupados (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira) 
Clicando na categoria "Navegação web", você poderá bloquear o acesso a "sites inapropriados" e restringir a navegação do seu filho apenas aos sites que você adicionar a uma lista de confiança. Aqui, fica a seu critério definir como será a experiência do seu bambino na web.
Também é possível definir que tipo de conteúdo seu filho poderá visualizar na web. Por padrão, o filtro bloqueia sites pornográficos e resultados de busca inapropriados no Bing
Também é possível definir que tipo de conteúdo seu filho poderá visualizar na web. Por padrão, o filtro bloqueia sites pornográficos e resultados de busca inapropriados no Bing (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira) 
Caso opte por montar uma lista de sites confiáveis e sites inapropriados, o Windows 10 apresentará uma tabela onde você pode inserir URLs em ambas as categorias.
Também é possível montar uma lista de sites permitidos e sites bloqueados de acordo com a sua preferência
Também é possível montar uma lista de sites permitidos e sites bloqueados de acordo com a sua preferência (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira) 
Outra opção que você pode definir é se haverá alguma restrição quanto aos aplicativos que a criança terá acesso. Para isso, basta acessar o menu "Aplicativos, jogos e mídia" e ativar a opção "Bloquear aplicativos e jogos inadequados". Feito isso, é possível bloquear o acesso a apps com base na classificação etária deles.
Por fim, além de sites na web, é possível bloquear o acesso a apps, jogos e mídias específicos com base na classificação etária deles
Por fim, além de sites na web, é possível bloquear o acesso a apps, jogos e mídias específicos com base na classificação etária deles (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira) 
Por fim, também é possível definir o horário e o tempo total de utilização do computador para o seu filho em "Tempo de tela". Ou seja, embora ele possa ligar o computador a qualquer momento do dia, a conta só autenticará no Windows 10 caso os critérios estabelecidos por você sejam atendidos.
Não quer que ele ligue o computador depois das 10 da noite num domingo? É só definir isso aqui. Além disso, ele só pode ligar o computador depois das 8 da manhã e utilizá-lo por, no máximo, 2 horas? Então diga isso aqui e tudo ficará bem.
Se há uma política de utilização do computador na sua casa, você poderá configurá-la nesta tela
Se há uma política de utilização do computador na sua casa, você poderá configurá-la nesta tela
Há quem acredite que tudo isso é uma baita invasão de privacidade, mas quem tem filho sabe o quão preocupante e difícil é acompanhar o que ele faz no computador. Por isso, no fim das contas, vale a pena explorar esse recurso, já que ele não só deixa você mais tranquilo, como também dá um certo espaço para seu filho utilizar o PC sem um adulto em cima o tempo todo.
O que você acha dessa novidade no Windows 10? Acha que ela ajuda a manter as crianças seguras ou é mais uma forma da Microsoft bisbilhotar a vida alheia? Deixe sua opinião na caixa de comentários aqui embaixo.

Nenhum comentário:

Atenção,Aviso Legal.

Todos os direitos autorais reservados.
A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão, multa e indenizações civis .
LEI Nº 9.610
Art. 5º Para os efeitos da Lei, considera-se:
I - publicação - o oferecimento de obra literária, artística ou científica ao conhecimento do público, com o consentimento do autor, ou de qualquer outro titular de direito de autor, por qualquer forma ou processo.
Os donos de blogs ou sites que não respeitam a lei estão sendo notificados,denunciados,tendo seus blogs e sites fechados e processados.
Proibida cópia total ou parcial,e qualquer tipo de reprodução sem autorização em blogs ou sites.
Proibido o uso do nome Como Saber Fazer
O nome Como Saber Fazer é marca registrada e protegido por lei.
Apenas indique a fonte da informação colocando um link para o artigo do blog Como Saber Fazer.
Até agora: 25/06/15.
145 Blogs e
22 sites denunciados.
154 Blogs apagados pelo google.
221 donos de sites e 25 donos de blog respondendo a processos por plágio.
129 vitórias na justiça.
Leia no fim da página o aviso de Copyright.